CONGREGARH 2017

A CONSTRUÇÃO DE UM FUTURO COM VALOR

Maior evento de gestão do Sul do país, a edição 2017 do Congregarh, realizada de 17 a 19 de maio no Centro de Eventos da PUCRS, terá como tema “A construção de um futuro com valor”. Preocupada com o cenário incerto que a sociedade brasileira vive, a ABRH-RS propõe uma ampla discussão sobre o que é essencial, o que é valor na humanidade, o que deve ser valorado em produtos, serviços, organizações, trabalhos, nas relações e no mundo. De acordo com a vice-presidente de Desenvolvimento Humano e Inovação da ABRH-RS,Crismeri Corrêa, o evento traz à luz uma questão muito importante, que é a transformação do mercado e das pessoas e como focar na construção de um futuro melhor.

Para Crismeri, a sociedade está diante de um pensamento de abundância, não mais de escassez. Um ambiente de rede e não de centralização. Pessoas lutando por colaboração e não por hierarquia. Movimentos de parceria e não de competição. Ferramentas para atribuir valor e não mais apenas para ter e manter um lucro.

 

— Estamos em busca de um resultado para tangibilizar satisfação juntamente com lucratividade. Tudo isto representa a solidificação de uma mudança que veio para transformar as relações, a forma de trabalhar e a maneira de liderar pessoas, construindo um valor diferenciado — destaca.

 

Diante de toda esta previsão, como preparar os novos profissionais para este futuro? Como ensinar os jovens a se sentirem desafiados a construir este futuro? Estas e muitas outras respostas podem ser obtidas durante o Congregarh 2017, um espaço para repensar, criar e resignificar um futuro desejável, que tenha valor.

Mudança nos padrões de trabalho 

Para Crismeri,muito possivelmente logo não haverá mais trabalho formal, o que não significa falta de oportunidade de trabalho atrativo e desafiador. As formas de trabalhos é que serão muito variadas, sem estabilidade, modificando os padrões pré–estabelecidos. A tecnologia também influenciará novos padrões, com mais trabalho remoto que consequentemente servirá à maior qualidade de vida.

ؙDe acordo com a dirigente, os avanços do mundo moderno favorecerão um trabalho mais autônomo com atividades diversas, sobrando tempo para maior dedicação ao lazer. Mas é preciso estar atento, pois as pessoas ainda não estarão sistematizadas a viver neste novo jeito e terão que lidar com o tempo vago antes dedicado ao trabalho.

— Assim, podem crescer os problemas emocionais, de saúde física e mental, como a depressão e a ansiedade – focos que hoje ainda não se dá a devida importância no mundo corporativo, por serem doenças com sintomas subjetivos. Diante destes fatos, temos que estar preparados para dar foco em outros ângulos do ser humano, olhando para uma pessoa que tem que estar saudável física e mentalmente, para poder promover mudanças inovadoras.

Participe do Congregarh 2017

Se você deseja saber mais sobre o evento, solicite informações para o e-mail

congregarh@abrhrs.org.br.
Não perca esta importante discussão!

Palestrantes confirmados

Celso
Celso Candido de Azambuja
“Possui graduação em Filosofia Licenciatura e Bacharelado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mestrado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é Professor Adjunto II da Universidade do Vale do Rio dos Sinos e pesquisador junto ao CNPq. Tem experiência docente e de pesquisa, principalmente, na área de Filosofia, trabalhando em uma perspectiva transdisciplinar e atuando nos seguintes temas: filosofia, antropologia, ética, política, educação e tecnociência. Nos últimos anos vem se dedicando a pensar o tema da “Ética e Responsabilidade Socioambiental das Empresas”. Entre outras produções, destacam-se as seguintes: os livros Tecnociência, ética e poder (2012), Psiquismo digital (2012), A república digital (2011) e artigos em periódicos nacionais e internacionais na área de filosofia, humanidades e educação.”
Diego Mahfouz Lima
Diego Mahfouz Lima
“Trabalha exclusivamente como agente e gestor de transformação humana desde 2006. Todos seus esforços e ações estão direcionadas para a evolução, o sucesso e a felicidade das pessoas que buscam seu trabalho. Estudou Pedagogia e atualmente está cursando o último ano do curso de Direito no Centro Universitário de Rio Preto. Cursou também 03 (três) pós-graduações nas áreas humanas, tecnológicas e educacionais: Especialização em Tecnologias Educacionais (PUC- RJ), Teorias e Práticas Pedagógicas (Universidade Paulista) E Administração Escolar (Universidade Paulista). Apaixonado pela Gestão Democrática, tecnologia e com visão futurista para com a Educação pública, em 2014 assumiu a Escola Municipal “Darcy Ribeiro”, onde encontrou grandes desafios: depredação do patrimônio público, falta de sentimento de pertencimento dos alunos e da comunidade, tráfico de drogas, entre outros. Sendo ganhador dos prêmios Educador Nota 10, Educador do Ano e do Oscar da Educação (Academia Brasileira de Educação-RJ). Está atualmente produzindo um livro com o título: “Para além dos muros da escola”, que conta toda a sua trajetória de sucesso como líder comunitário e diretor transformador de uma das piores escolas do Brasil.”
Jerônimo Lima
Jerônimo Lima
“Bacharel em Engenharia Mecânica, Física e Ciência da Computação. Mestre e doutor em Administração de Empresas. Tem pós-doutorado em Administração de Empresas pela Texas University. Com larga vivência em consultoria e educação corporativa, atua como conselheiro, consultor, instrutor e palestrante em empresas de porte e expressão internacional. Autor dos livros Judiciário Qualidade Total, A Nova Gestão e Coisas Boas Vão Acontecer. É o CEO da Mettodo – Reflexão Estratégica.”
Lala Deheinzelin
Lala Deheinzelin
“Change maker”, agora dedicada a facilitar a Transição de modelo sócio-econômico atual. É futurista desde 1995, indicada como uma das futuristas tops no mundo, destacando-se entre três na América Latina e Central. É também pioneira em Economia Criativa e Colaborativa e criadora da Fluxonomia 4D, ferramenta de gestão estratégica que combina Estudos de Futuro e Novas Economias. Criadora do movimento Crie Futuros e uma das fundadoras do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC, parte do Millenium Project das Nações Unidas. Assessorou a implementação de economia criativa no sistema ONU entre 2005 e 2011. Recentemente foi indicada pela P2Pfoundation como uma das 100 Mulheres no Mundo que estão Co – Criando a Sociedade Colaborativa. É membro do Conselho da Virada Sustentável, Institute for Blockchain Studies e Instituto Nacional de Moda e Design, autora do livro Desejável Mundo Novo (2012).”

Informações

ABRH-RS
Av. Ipiranga, 5311 cj. 301 – Porto Alegre – RS
(51)3254-8258